PUBLICIDADE

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Roseana aumenta salário de 35 mil professores

Roseana no lançamento do programa Escola Viva

Roseana anunciou melhorias no lançamento do Escola Viva

A governadora Roseana Sarney assinou, na última terça-feira (27), a Medida Provisória nº 61, que dispõe sobre o reajuste dos vencimentos dos servidores do Grupo Ocupacional Magistério de Educação Básica e beneficia mais de 35 mil professores em todo o Maranhão. A MP, resultado de um acordo firmado entre o Governo do Estado e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma), garante 10% de aumento aos professores do ensino básico, sendo que 8% serão pagos agora e 2% em janeiro de 2010.

Pelo fato do documento ter efeito retroativo a outubro de 2009 e a folha referente ao período já está fechada, a diferença a ser paga neste mês sairá em folha suplementar na próxima quarta-feira (4). As despesas resultantes da aplicação da medida serão pagas com dotações orçamentárias do próprio Estado.

A soma dos números aponta que o aumento concedido pelo Governo do Estado aos professores em seis meses de gestão é de aproximadamente 16%. Além dos 10% concedidos pela Medida Provisória, houve reajuste de 5,9% de um acordo não cumprido pelo governo anterior e pago pelo atual.

“A categoria aprovou o percentual proposto pelo governo e a maioria dos professores não aceita um movimento contrário à decisão e que pôs 15% das escolas de São Luís num ‘movimento tartaruga’, segundo relatório da Seduc. Tanto que os alunos de diversas escolas estão preparando uma mobilizarão contrária para a semana que vem e eles terão o apoio dos pais nessa luta”, declarou o secretário de Educação, Cesar Pires.

Na opinião do presidente do Sinproesemma, Júlio Pinheiro, o aumento atende às solicitações dos trabalhadores na educação. “Os 10% estão dentro do pacote acatado pela grande maioria dos professores do estado. Agora, o governo cumpre com o acordado. É essa decisão que vai vigorar para a categoria”.

(As informações são do governo do Maranhão).

por Décio Sá

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Prefeita de Chapadinha nega suborno e revela que até xingou o próprio time

Carlos Mota/GLOBOESPORTE.COM

Segundo Danúbia Carneiro, acusação de equipe ter recebido R$ 50 mil tem cunho político e ela mesma se revoltou diante da goleada

Danúbia Carneiro, prefeita de Chapadinha

Conversas e brigas políticas. Essas foram as justificativas da prefeita de Chapadinha, Danúbia Carneiro, para as acusações de armação de resultado e suborno na derrota do time de sua cidade para o Viana, por 11 a 0, pela Série B do Maranhense. Indagada sobre as longas conversas que teve com o prefeito vianense no intervalo da partida, ela explicou:

- Realmente teve a conversa para que eu fosse apresentada ao prefeito de Viana. Não foi relacionada ao jogo. Não tenho envolvimento com o time, sou apenas madrinha. Falamos muito do governo do estado, eleição, quem seria candidato a deputado.

Entenda o caso e a polêmica

Neste domingo, o deputado Paulo Neto (PHS), seu adversário político, revelou que a prefeita e o ex-prefeito e atual presidente do Chapadinha, Magno Bacellar, teriam concordado com o pagamento de R$ 50 mil para os jogadores entregarem a partida e para solucionar problemas de salários atrasados. Informação também rechaçada.

- Nunca recebemos dinheiro. Não fomos para Viana negociar, fomos para jogar. Isso não existe. Dou a minha palavra. Se fosse para receber R$ 50 mil, eu não sairia de Chapadinha para entregar campeonato ao Viana. Nem proposta teve. Mas sempre fazem bandidagem com os pequenos no Campeonato Maranhense. Paulo Neto nem pode falar nada. É o pior bandido do Baixo Parnaíba. Quem acompanha sabe. Agora ele vai ter que provar. Isso não vai ser um trampolim político.

A revolta de Danúbia Carneiro, no entanto, não é somente com o rival das urnas. Durante a partida em Viana, ela admitiu que vestiu a camisa de torcedora e não aceitou a atuação passiva do Chapadinha.

- Quando já estava perdendo de quatro, cinco a zero eles disseram que não era de propósito e eu chamei de filho da p... Esculhambei como torcedora. Saí do estádio sem cumprimentar o time. De tanta raiva pelos jogadores não vestirem a camisa como deviam.

Por fim, a política sugeriu uma solução para toda a polêmica:

- Acho que devia cancelar tudo e colocar os jogos em São Luís. Que vença o melhor. Tem que repetir, mas com juiz de fora. Não aceitamos árbitro maranhenses.

A Federação abriu uma sindicância para apurar os fatos e espera anunciar uma solução dentro de 10 dias.

informações; GLOBOESPORTE.COM

domingo, 18 de outubro de 2009

Estudantes estão em perigo na cidade de Parnarama

Apesar de muitas denúncias de transportes inadequados feitas no município de Parnarama, muitos estudantes ainda são transportados precariamente da zona rural para a sede.
Mesmo depois de aprovado um empréstimo para a Prefeitura no ano de 2007 para a compra de quatros ônibus, e a mesma tê-lo feito, a situação não mudou, visto o fato dela não ter comprado-os e vários adolescente têm que se deslocar de seus povoados para poderem assitir aula em cima de carros pau-de-arara, como mostrado nasf oto abaixo, tirada nessa Terça-Feira, 13 de outubro, no Centro da Cidade.



O certo é que mesmo depois disso, muitos pais têm que conviver com a preocupação de mandar seus filhos à escola nessesmeio, que até então é o único disponível.


População de Parnarama sofre com a falta de água



A população de Parnarama está sentindo na pele o problema da falta de água. Um empecilho que já é grande, ficou ainda pior nesse Sábado, 10 de Outubro, com um defeito na bomba, do poço do sistema de abastecimento central, que atende ao bairros Centro, Redenção, Terra Nova e parte da Agrovema. Várias famíçias foram atingidas.

Durante todo o Final de semana a sena de destaque na cidade foi a imagem de vários mulheres e crianças com baldes na cabeça carregando água para poderem cuidar das atividades de casa como cozinhar, lavar louça e beber, de preferência. Sem nem se preocuparem. os administradores público não apareceram na cidade, deixando a cidade numa situação de desespero.
Muitas pessoas que foram passar o feriado na cidade, muitas de Teresina, se sentiram em meio a um deserto, sem água para beber, tomar banhos.

Fraude em Parnarama

DEU NO BLOG LUDWING ALMEIDA
www.tribunadomaranhão.com.br/blog/strongblog-ludwig-almeidastrong-13/

Confusão grande em Parnarama. O concurso público que seria realizado domingo passado foi suspenso por suspeita de fraude. Mais de 200 boletins de ocorrências foram registrados na delegacida da cidade. Tinha candidato com cópia das provas e até gabarito circulando no município dias antes à realização dos testes. A fraude no Enem é fichinha perto do que ocorreu em Parnarama.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Leia íntegra do edital do concurso para professor

CONCURSO PÚBLICO PARA CARGOS DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA
(ENSINO FUNDAMENTAL, ENSINO MÉDIO REGULAR E EDUCAÇÃO ESPECIAL)

EDITAL N.º 01/2009 - DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES – 06/10-09

A Secretaria de Estado de Administração e Previdência Social fará realizar em local(is), data(s) e horário(s) a serem oportunamente divulgados, Concurso Público para provimento de cargos de Professor - Ensino Fundamental, Professor - Ensino Médio Regular e Professor - Educação Especial, atualmente vagos e os que vierem a vagar, dentro do prazo de validade do Concurso, que será regido de acordo com as Instruções Especiais, parte integrante deste Edital.

INSTRUÇÕES ESPECIAIS
I. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1. O Concurso Público, objeto deste Edital, será de provas objetivas e títulos, para todos os cargos, e provas práticas, apenas para o cargo de Professor - Educação Especial, de acordo com o art. 206, inciso V, da Constituição Federal, Decreto Federal nº 5626/05 e Portaria MEC nº 2678/02.
2. O Concurso Público será realizado sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas, obedecidas as normas deste Edital e composto das seguintes etapas:
2.1 A primeira etapa: provas objetivas, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório.
2.2 A segunda etapa: apresentação dos títulos, para todos os cargos, de caráter classificatório.
2.3 A terceira etapa: provas práticas, para os cargos de Professor - Educação Especial, de caráter
eliminatório.
3. Os códigos dos Cargos/Disciplinas, os pré-requisitos/escolaridade, a remuneração mensal e o valor da inscrição são os estabelecidos no quadro a seguir:

FORMAÇÃO: ENSINO MÉDIO COMPLETO (Valor da Inscrição: R$ 58,37). Continue lendo aqui.

por Décio Sá

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

CONCURSO PÚBLICO DE PARNARAMA VIRA CASO DE POLÍCIA. Parte II

DO BLOG DA VEREADORA SOCORRO ALVES:http://socorro-alves.blogspot.com/

Pronunciamento feito pela Vereadora Socorro Alves na Sessão da Câmara desta segunda-feira(28).


Meu querido povo parnaramense.

Gostaria de neste momento poder falar coisas boas, parabenizar os candidatos que obtivessem um bom desempenho no Concurso Público realizado neste domingo (27) no município de Parnarama. Infelizmente, o que aconteceu em nossa cidade parece filme de ficção( da pior qualidade), mas foi real. Um vexame. Em meus discursos no Plenário da Câmara ( antes e durante as inscrições do concurso)), falei várias vezes da minha preocupação em relação à Empresa contratada pela Prefeitura para realizar este concurso ( Excelência Assessoria e Serviços sediada em Teresina). Questionei sobre os critérios adotados para escolha desta empresa, que por sinal, cobrou taxas de inscrições altíssimas, enquanto haviam outras com experiência e credibilidade, cobrando a metade do valor. Pedi insistentemente ao Presidente da Casa ( primo do Prefeito) que investigasse sobre a procedência da Empresa. Como não obtive resposta, pesquisei na Internet. O pouco que encontrei nos dizia que a referida Empresa não tinha condições de realizar um concurso de tal porte, pois não tinha experiência, é nova no mercado, e não dispunha de suporte humano e nem financeiro, enfim, parecia não estar capacitada. Em plenário ( dia 26/08), mais uma vez, alertei sobre o risco que o povo parnaramense estaria correndo em se tornar vítima de um calote. A Sra. Vereadora Antonieta(esposa do Prefeito) aborreceu-se com minhas suposições e chegou a dizer que a empresa era séria e que já tinha investigado e disse para eu procurar a Promotora pois a mesma tinha autorizado.
Na sexta-feira que antecedeu a prova, os organizadores do concurso tiveram a chance de reverter a situação. O Presidente do sindicato dos Professores vendo o alvoroço, pediu audiência com o Juiz, solicitando o adiamento da prova. O que não aconteceu, pois os organizadores garantiram ao Juiz que tudo ocorreria bem, o que não aconteceu. Isso prova que esses organizadores estavam agindo de má fé.
Confesso que o acontecido ontem(27), superou todas as minhas expectativas. Foi uma verdadeira baderna. A cidade estava em polvorosa (imagine mais de 7.000 pessoas em uma cidade pequena) o movimento estava maior que em dia de eleição. Durante todo o dia foi uma correria dos candidatos para a delegacia afim de registrarem Boletins de Ocorrência.
Relato aqui, alguns fatos:
1 - Quanto ao local de realização das provas e pessoal de suporte:
- Foram colocados turmas nas Igrejas, em Casa de Show, no pátio das escolas, no ginásio aberto ( ainda em construção)
- A Secretária de Educação obrigou os funcionários (vigias/zeladores) a trabalhar sem remuneração.
- No dia do concurso, as 8 horas, um funcionário da Prefeitura andava recrutando pessoas para fiscalizar as salas.
2 - Quanto a aplicação das provas:
- Faltou prova em algumas turmas. Mandaram xerocar na Secretaria de Educação.
- O cartão-resposta foi entregue (chegou ao local da prova), muito tempo depois de iniciar.
- Uma turma que estava no pátio da escola Mestre Tibério,depois de responder a provas, ficou horas( os candidatos conversando livremente) aguardando chegar o cartão-resposta.
- Uma turma quase toda registrou B.O. na Delegacia, pois o envelope das provas chegou violado
- A mesma prova sendo aplicada no turno da manhã e tarde
- Os candidatos privilegiados saíram com frequência ( para ir ao banheiro/ usar celular???) foi o caso da Secretaria de Educação Sra. Gabia Silveira( sobrinha do prefeito e esposa do vereador Joilson) que não sabia se fazia a prova ou se encobria o caos ( ela tinha duas inscrições).
- Faltou cartão-resposta em algumas salas, mandaram xerocar.
- Pessoas fazendo prova no lugar de outra.
- Um assessor direto do Prefeito apareceu com um candidato a tiracolo muito depois que os portões estavam fechados. Foi até a sala do candidato, perguntou ao fiscal se tinha prova para o dito cujo. O fiscal disse que não. Então o assessor foi até a outra sala e trouxe a prova para seu apadrinhado.
- O nome do candidato não constava na lista da sala informada na internet. Foi obrigado a deixar os documentos e agora não sabe onde está.
- Candidato que teve o privilégio de sair e ir até a casa vizinha e se dá ao luxo de pesquisar a prova.
- Candidatos (todas as salas da escola) que ficaram presos na escola até 11 horas esperando a prova( vigia saiu para tomar um banho e os deixou trancados).

3 -Quanto às provas:
As provas foram mal elaboradas. Vejam só o tipo de questão:
- Qual o nome do partido do Prefeito?
- Quem governou Parnarama no período de... a... ? ( Raimundo Silveira)
- Quem nasce no Maranhão é maranhense e o cidadão que nasce em Parnarama é... ( vinha as opções) - Atenção: prova para candidato de nível superior???
- Aos médicos foi entregue a prova de engenharia.
- Aos professores de Educação Infantil foi entregue a prova de 1 ao 5º ano e vice-versa.
- Às 8 da manhã, tinha gente com o cartão-resposta da prova (fora da sala)
- haviam provas com apenas 27 questões. O candidato reclamou e o fiscal mandou que ele respondesse o que tinha.
- Na véspera do concurso, um cartão-resposta foi enviado de Parnarama(em mãos) para candidato que estava em Teresina.

O que começou errado não poderia dar certo no final. Agora, a Prefeitura está jogando toda a culpa nos donos da Empresa e assim poderem sair impunes desta sujeira toda. Os responsáveis por este calote têm que ser punidos. Chega de tantas mazelas. Nosso povo está cansado de ser roubado, humilhado, de sofrer vexame,de ser enganado.
Durante todo esse processo, ficou claro e evidente o "GOLPE DO CONCURSO" aplicado pela Prefeitura de Parnarama. Quem escolheu a empresa foi uma comissão da prefeitura e sabia muito bem a quem estava escolhendo. Quem assinou o contrato foi o Prefeito Raimundo Silveira e sabia muito bem quem estava contratado...Tudo foi premeditado até o ultimo momento com a participação ativa da Secretária de Educação, (que agora quer tirar o corpo fora, dizendo que não participou da comissão organizadora, que não sabia), pois permitiu toda sorte de falcatruas antes e durante a aplicação das provas.
É triste saber que as pessoas das outras cidades que vieram fazer o concurso saíram daqui com uma péssima impressão. Infelizmente, hoje Parnarama está nas mãos de pessoas sem o mínimo de escrúpulos, que não pensam duas vezes antes de prejudicar alguém em proveito próprio.
Não se mancha assim impunemente o nome de uma cidade que foi idealizada, projetada e construída para ser exemplo, para ser modelo.Não se humilha assim um povo bom e pacato.
Agora chega, exigimos que a justiça cumpra seu papel e:
-puna, com os rigores da Lei, os organizadores e as pessoas que participaram das falcatruas do Concurso.
-que determine que as provas sejam anuladas e o Prefeito obrigado a contratar outra Empresa e que restitua as despesas de viagem e hospedagem dos candidatos que moram na zona rural de nosso municpio e os de outras localidades;
-que novas provas sejam aplicadas em, no máximo, três meses (tempo suficiente para reorganizar).

Parnarama, 28 de setembro de 2009.

Vereadora Socorro Alves

P.S. - Quem participou do concurso e tem um relato a fazer sobre alguma irregularidade, fotografia ou vídeo, acesse meu Blog (socorro-alves.blogspot.com) e escreva ou se dirija até a Câmara de Vereadores na próxima segunda-feira(05/10) a partir das 10 horas.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Provas do Enem será aplicada nos dias 5 e 6 de dezembro

As provas do Enem 2009 foram remarcadas para os dias 5 e 6 de dezembro. O Inep vai abrir a possibilidade de realocar os estudantes inscritos que, em função do adiamento da prova, desejem realizá-la em outra cidade. A partir de amanhã esta opção estará disponível na página do Inep, em http://sistemasenem2.inep.gov.br/enemLocalProva/, e ficará habilitada até às 24h00 da próxima quarta-feira, 14 de outubro.

Os estudantes inscritos ao Enem receberão novo cartão de confirmação de inscrição, com a informação sobre os locais onde realizarão as provas remarcadas para os dias 5 e 6 de dezembro. Todos as provas vestibulares de universidades e institutos federais marcadas para esta data, além dos concursos para o IBGE e da Receita Federal, serão postergados. Seus organizadores concordaram com o adiamento em prol da realização do Enem.

Com relação aos certames estaduais, o MEC trabalha intensamente para preservar o interesse dos estudantes, já tendo iniciado as conversações com UERJ, UEL, Unioeste, UEMG, Uneb e Fatec-SP. Até o momento, os reitores contactados se dispuseram a rever seus calendários.

Assessoria de Imprensa Inep/ MEC

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

DA PRA ACREDITAR ? SEI NAO EM...

NOTA

Comunicamos aos caríssimos candidatos do Concurso Público do Município de Parnarama - MA que o Gabarito Oficial das Provas realizadas em 27.09.2009, referente ao Edital 001/2009 não foi divulgado em virtude da solicitação inicial, desta empresa, para que seja aplicada novas provas aos ilustrissímos candidatos.

Estamos aguardando resultado da Comissão Municipal Organizadora do Concurso, a qual informaremos aos senhores através da impressa escrita e falada.

Com apreço

J. LIMA DE CARVALHO ASSESSORIA
Excelência Assessoria e Serviços

MEC cancela prova do Enem

Do G1, em São Paulo



Denúncia de jornal, de que o exame teria vazado, motivou a suspensão.
Expectativa do MEC é realizar nova prova em 45 dias.

O Ministério da Educação e Cultura (MEC) cancelou na madrugada desta quinta-feira (1º) a prova do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), que seria aplicada neste final de semana, disse a assessoria de comunicação social do MEC, que confirmou também que a decisão partiu do ministro Fernando Haddad, após conhecer denúncia feita pelo jornal “O Estado de São Paulo”, de que a prova teria vazado.

Haddad concederá entrevista nesta quinta, na sede do MEC, em Brasília, para explicar os procedimentos com relação ao Enem. O MEC tem uma segunda versão da prova, mas ainda não está confirmado se essa versão poderá ser utilizada.

Cerca de 4,1 milhões de candidatos realizariam o exame. A expectativa do MEC é realizar a próxima prova, que tem como responsável o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), em 45 dias.

O jornal “O Estado de São Paulo” denunciou que foi procurado por um homem que disse ter as duas provas que seriam aplicadas no sábado (3) e no domingo (4), e que queria vender o material por R$ 500 mil.

Homicida deixa fotos no Orkut e é preso no Piauí (cometeu o crime em Parnarama em julho de 2008)


Marcelino era procurado no Maranhão e foi achado na zona sul de Teresina.


A delegacia regional de Timon prendeu nesta quarta (30) o homicida Marcelino Frota da Costa Veloso, no bairro Cristo Rei, zona Sul de Teresina. Os policiais tiveram acesso a uma foto do acusado tirada da rede de relacionamentos Orkut.


Marcelino Frota cometeu o crime em Parnarama, Maranhão, em julho de 2008. Ele matou, com duas facadas, Marcean Barbosa da Silva. De acordo com o investigador da delegacia regional de Timon, Mário Nunes, a vítima e seu irmão brigaram com a turma de amigos do acusado. "Por causa disso, no dia seguinte, ele foi para os festejos da cidade já com a intenção de matar Marcean", explica Nunes.


O delegado de Parnarama, Joelson Carvalho, fez as investigações inicias. Ao descobrir que Marcelino estava em Teresina, procurou sua foto no Orkut e enviou para que policiais de Timon, comandados pelo delegado Antonio Valente, realizassem a prisão.


A polícia conseguiu prendê-lo na casa do pai e das irmãs. A família ainda tentou escondê-lo. "Mas não adiantou porque a gente já estava há dois dias de campana em frente a residência. Só esperando a hora que ele chegasse", conta o investigador.


Marcelino foi encaminhado para o presídio Jorge Vieira, em Timon.


Nayara Felizardo

(Especial para o Cidadeverde.com)