PUBLICIDADE

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Governadora comemora sucesso do Carnaval 2010


Estimulada pelos números e pelos elogios da população, a governadora Roseana Sarney comemorou o saldo positivo do “Carnaval do Maranhão - De volta à alegria”. A festa, realizada de 12 a 16, teve grande adesão popular e movimentou o Centro, a orla de São Luís e o interior do Maranhão, com participação de milhares de pessoas e de centenas de manifestações carnavalescas.

“Fizemos um Carnaval na medida para o maranhense brincar com alegria e segurança. E a resposta positiva do povo foi vista nas ruas, que ficaram cheias de famílias, com suas crianças, e de foliões ávidos por diversão. Vimos o Maranhão de volta à alegria”, avaliou a governadora.

Dois pontos foram destacados por Roseana Sarney como alavancadores do sucesso da festa: o retorno do Circuito Deodoro/Madre Deus e a criação do Circuito Litorânea. “Quando pensamos a programação, sabíamos que a reedição desse trajeto não poderia ficar de fora, pois ele é tradicional e já foi consolidado pelo folião de São Luís. A Avenida Litorânea, já usada para outros eventos, agora também passa a ser palco preferencial para a folia”, destacou.

O secretário de Estado de Cultura, Luís Bulcão, também se mostrou exultante com o que viu nas ruas durante o Carnaval. “A intenção do Estado foi retomar o clima contagiante, a alegria da população. O resultado, foi um carnaval espetacular e bonito de se ver. A decoração foi uma das mais ricas e originais que já se viu em São Luís”, disse.

Bulcão destacou que, apesar de toda a grandiosidade do evento, os gastos com a festa não chegaram a R$ 20 milhões. “E financiamos não apenas os blocos e grupos oficiais. Mais de 100 manifestações de bairros receberam apoio. A programação também se estendeu a mais de 30 Vivas”, detalhou. O resultado do investimento, na avaliação do secretário, foi a revitalização da cultura popular e da economia.

Carnaval para todos

A governadora Roseana Sarney também destacou como positiva a descentralização da festa, ato que levou o Governo do Estado a apoiar o reinado de Momo em todo o Maranhão. “Nossa intenção foi e é valorizar as manifestações do interior e fazer com que a festa seja fortificada em todos os recantos do estado”, assegurou ela.

A decisão contemplou os municípios de acordo com o número de habitantes e com a tradição de realização da festa. “Nos municípios inadimplentes, os recursos foram direcionados diretamente para as agremiações carnavalescas. O importante era proporcionar lazer para os maranhenses”, afirmou Luiz Bulcão.

O destaque foi para Imperatriz que, na avaliação de vários produtores culturais e artistas, foi o maior já realizado na cidade. A festa atraiu turistas e dinamizou o comércio local.

Luís Bulcão apontou ainda que houve um aumento nos cachês que as brincadeiras e artistas receberam este ano. “Os valores estavam defasados há mais de sete anos", disse, acrescentando que os pagamentos começaram a ser feitos antes mesmo do período oficial de carnaval e que a segunda parte dos cachês começará a ser paga na próxima semana. "Nós mostramos que se consegue fazer um carnaval para todos, seguro e animado", ressaltou Bulcão.

COMO FOI O CARNAVAL DE PARNARAMA-MA

O carnaval de Parnarma-MA, teve de tudo ainda hoje todos querem saber se o prefeito apoia ou nao o Deputado Federal Carlos Brandao ou Deputado Federal José Vieira,se apoia a goverandora "Roseana sarney" ou o ex gorvernador "Jackson Lago" , no primeiro e segundo dia "sabado e domingo" com a banda Balança Nenem, estava proibido dizer que o governo do estado do maranhao era um apoio exclusivo, o locutore apenas diziam que era da prefeiruta Municipal e da Secreatria de Ação Social, no terceiro e quarto dia com as bandas Vicio Federal e Canarios do Reino e com uma visita da emissora de televisao da governadora derrepente tudo muda, agora a festa é de total e exclusivo apoio do Governo do Estado do Maranhao em nome da Nossa Governadora Roseana Sarney. O certo é que o governo do estado enviou R$70.000 reais para realização do Carnaval em Parnarama-MA.
O carnaval correu com muita tranquilidade nao teve registros de brigas durante o carnaval a galera soube brincar, estao de parabens o povo de parnarama e das cidades vizinhas "Matoes, Palmeirais,Passagem Franca, Lagoa do Mato".

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

AL discutirá impactos ambientais de hidrelétricas no rio Parnaíba

Da Agência Assembleia

A Assembleia Legislativa, por meio da Frente Parlamentar Estadual em Defesa do Rio Parnaíba, vai participar entre 20 de fevereiro e 10 de março de audiências públicas promovidas pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), para discutir o impacto ambiental da construção de cinco usinas hidrelétricas, com capacidade de 460MW, no rio Parnaíba.

A informação é do deputado Chico Leitoa (PDT), idealizador da Frente Parlamentar Estadual em Defesa do Rio Parnaíba, criada pela Resolução Legislativa 570/2009, para aproximar ainda mais as ações dos estados do Piauí e do Maranhão em defesa do Rio Parnaíba, com a participação da Codevasf, poderes constituídos e da sociedade organizada.

Segundo Chico leitoa, durante as audiências públicas serão submetidos os estudos das usinas Ribeiro Gonçalves (113 MW), Uruçuí (134 MW), Cachoeira (63 MW), Estreito (56 MW) e Castelhano (64 MW). “É importante que todos os deputados participem destas reuniões”, disse o pedetista.

A primeira audiência, no dia 20, ocorre na cidade de Tasso Fragoso (MA), sobre a hidrelétrica de Ribeiro Gonçalves. No dia 22, a segunda audiência sobre a hidrelétrica acontece em Ribeiro Gonçalves (PI). A hidrelétrica de Uruçuí terá três oitivas, sendo: dia 24 em Uruçuí (PI), dia 25 em Benedito Leite (MA) e dia 27 em São Felix de Balsas (MA).

A hidrelétrica de Cachoeira tem audiências nos dias 1º e 2 de março, respectivamente, em Floriano (PI) e Barão de Garjaú (MA). Nos dias 4 e 5 de março, as audiências serão em Amarante (PI) e São Francisco do Maranhão (MA), sobre a hidrelétrica de Estreito.

Já a usina de Castelhano será debatida nos dias 7 e 8 de março em Palmeirais (PI) e Parnarama (MA). Todas as audiências públicas contarão com a presença de diversas entidades, dentre elas o Fórum Carajás, uma teia de entidades do Maranhão, Pará e Tocantins que acompanha as políticas de projetos para a região.

O complexo será discutido como um todo no dia 10 de março em Teresina (PI). As usinas do Parnaíba chegaram a ser listadas para licitação no leilão A-5 do ano passado, mas a falta de licença prévia fez os empreendimentos serem retirados e o certame, posteriormente, cancelado.

A Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) é a responsável pelos estudos das mencionadas geradoras de energia elétrica. A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), entidade pública contratada para projetar os referidos empreendimentos, quer licitar as cinco usinas hidrelétricas ainda no A-5 de 2010

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

CARNAVAL 2010 EM PARNARAMA É SÓ ALEGRIA

O Carnaval de Parnarama tem tudo pra ser o melhor dos últimos 5 anos, as bandas que irão agitar a galera sao bastante conhecidas pelo publico diferentemente das bandas que vieram nos anos anteriores que nao agitavam o publico e nao tocavam nada... esse ano as expectativas sao as melhores pois no 1º e 2º dia vamos ter Balança Nenem elétrico e no 3º dia forro Vicio Federal e no quarto e ultimo dia forro Canários do Reino. venha participar dessa festa você também...

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Buriti Bravo: prefeito ‘balaio’ embarga obra do governo

Recuperação de estrada foi embargada por pedetista

Recuperação de estrada foi embargada por pedetista

O prefeito “balaio” de Buriti Bravo, Nonato Pereira (PDT), deu mais uma demonstração de que não quer nenhuma aproximação da governadora Roseana Sarney (PMDB). Indignado porque a administração estadual resolveu fazer algumas obras no município, ele embargou os serviços com o apoio, acreditem, da Polícia Militar.

No início do mês, o pedetista já havia demitido um estudante que criticou a política municipal de juventude (reveja). Nonato Pereira era vice do do ex-prefeito João Leocádio, assassinado em 2005, crime até hoje não totalmente elucidado.

Policiais apreenderam as máquinas que estavam trabalhando na restauração de várias estradas vicinais de alguns lugarejos. Ao todo dez povoados e um campo de futebol seriam contemplados com o trabalho. O prefeito foi até o local e mandou o maquinista Francivaldo Araujo Silva encerrar o serviço.

Como não foi atendido deu queixa na polícia e na justiça. Nonato Pereira alegou que a movimentação das máquinas estava impedindo o direito de ir e vir das pessoas. Os moradores dos povoados Miroro, Baixão de Areia, Alegre, Sambaiba, Morada Nova, Aldeia, Estaleiro, Morcego, Alegrim e Itauna, que seriam atendidos com as obras, estão indignados com a situação.

No dia 1º deste mês, o juiz Dennys Carneiro Rocha dos Santos expediu mandado de citação ao motorista determinado que ele ”se batenha de realizar qualquer espécie de intervenção nas estradas vicinais públicas de Buriti Bravo, até posterior decisão, sob pena do pagamento de multa diária de R$ 1 mil” (veja aqui).

Esse é o Maranhão!


INFORMAÇÕES http://colunas.imirante.com/decio