PUBLICIDADE

terça-feira, 1 de março de 2011

Greve dos educadores inicia com ato público e caminhada

Os trabalhadores em educação de todo o Estado dão início nesta terça-feira, 1º de março, à greve geral por tempo indeterminado, conforme a categoria decidiu na semana passada em 18 assembleias regionais. Amanhã (dia 1º) às 8h30, a categoria se concentrará em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite, para em seguida, partir em passeata pelas principais ruas do centro, finalizando com ato público em frente ao Palácio dos Leões.
O objetivo do movimento é chamar a atenção da sociedade para o descontentamento da categoria com as políticas educacionais aplicadas pelo governo estadual tendo como ponto central a não aprovação e implantação do Estatuto do Educador, em negociação desde 2009.

A greve foi decidida em assembléias realizadas no período de 17 a 23 de fevereiro em todo o Estado quando foram consultados trabalhadores do sistema educacional de diferentes pólos.
Logo depois da aprovação de greve pelos trabalhadores em São Luis, (dia 23), o governo reuniu com os dirigentes sindicais que encabeçam o movimento e apresentou uma nova proposta. Dessa vez, o governo oferece 10% (dez por cento), a partir de 1º de outubro deste ano (2011), além do envio da proposta do Estatuto do Educador à Assembléia Legislativa.
A alegação para tal porcentagem, de acordo com a equipe governamental, é a falta de recurso suficiente para a implantação imediata de toda a tabela apresentada pelo Sindicato. O governo estima em R$ 200 milhões o valor necessário para iniciar a implantação do Estatuto.
Os diretores do SINPROESEMMA, no entanto, propuseram a recomposição salarial como parte da implantação da tabela, a partir de 1º de março. Além disso, a direção quer o contingenciamento de recursos de outras áreas para contemplar as necessidades da Educação.
“Sugerimos que o governo retire recursos do pagamento da dívida do Estado que, segundo o Secretário Chefe da Casa Civil, atualmente chega a 14% do Orçamento Estadual”, destacou o presidente do Sindicato, Júlio Pinheiro.
 CONFIRA A AGENDA
1º de março (terça-feira)8h30 - Concentração na Praça Deodoro (em frente à Biblioteca B. Leite). Ato segue até o Palácio dos Leões.
14h – Blitz nas escolas
2 de março (quarta-feira)7h30 – Blitz nas escolas
14h – Blitz nas escolas
03 de março (quinta-feira):
8h30 – Blitz nas escolas
14h – Blitz nas escolas
sinproesemma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O BLOG NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS COMENTÁRIOS, POREM NÃO ACEITA NENHUM TIPO DE COMENTÁRIO QUE VENHA A DENEGRIR A IMAGEM DE QUEM QUER QUE SEJA.